Pessoas Viciadas em Comidas pode Emagrecer? Mito ou Verdade

Pessoas viciadas em comidas

Você sabia que um dos maiores motivos que fazem as pessoas afirmarem que não conseguem perder peso é por alegarem que elas são “ viciadas em comidas ” ?

De fato, milhões de pessoas abandonam programas de dieta e exercícios anualmente por, literalmente, acreditarem que não tem capacidade de resistir aos alimentos que amam.

Infelizmente (ou felizmente), para essas pessoas, a comunidade médica não concorda com isso. Você jamais vai encontrar o “vício em comida” (ou algo similar) listado como “condições médicas”. E há uma boa razão para isso: Tal coisa não existe!

viciadas em comidas afeta perda de peso mito ou verdade

 

É isso mesmo! Não importa o quanto você ame pizza, sorvete ou qualquer outra coisa, não há nada que te force a comer em excesso a não ser a sua própria cabeça.

 

Mas talvez você esteja pensando: “Mas é assim que eu me sinto!”

Sim, eu sei, e a verdade é que milhões e milhões de pessoas não estão mentindo quando dizem que são viciadas em comidas. Elas realmente acreditam nisso e se sentem como se fossem realmente viciadas em comidas.

 

Mas se comer demais não é uma condição médica e você não pode se viciar nisso, então qual é o problema?

 

O ESTRESSE!

Isso mesmo, o estresse provoca ganho de peso indesejado de duas maneiras fundamentais:

  1.  Com a liberação do Cortisol
  2.  Quando você começa a comer mais por estar estressado

Pesquisas indicam que a ligação entre o estresse e o ganho de peso é muito mais forte do que se acreditava originalmente. Um estudo recente do Centro Médico de Georgetown mostrou que ratos sob estresse ganharam peso extra mesmo sem aumentar sua ingestão de calorias.

Cientistas também afirmaram que após três meses os mesmos ratos ficaram duas vezes mais obesos do que ratos sem estresse, mesmo tendo comido a mesma quantidade!

 

Quando você vivencia o estresse, libera cortisol que é um hormônio de ganho de peso e estresse. Esse pequeno hormônio torna impossível para seu corpo se livrar da gordura. Então, se você está estressado e fazendo dieta, está trabalhando completamente contra si mesmo, o que poderia ser outro motivo de você não estar obtendo os resultados que deseja.

 

É claro que todos nós precisamos de cortisol para sobreviver e nos adaptar em situações estressantes. Ele nos ajuda a manter a pressão sanguínea, a temperatura corporal e nos dá a energia adequada para eliminar a gordura em nossos corpos.

No entanto, o excesso de cortisol (causado pelo estresse) vai levar ao estresse crônico e a ansiedade, que poderá prejudicar seu metabolismo e aumentar o apetite. Estresse em longo prazo pode levar a perda de massa muscular e açúcar elevado no sangue. Portanto, o estresse é muito prejudicial para o seu metabolismo e sua composição corporal.

 

Um estudo do Journal of Psychosomatic Medicine, de Setembro/Outubro de 2000, na universidade de Yale, descobriu que até mulheres magras com estresse e cortisol alto tem mais gordura abdominal. Então, em resumo, não importa seu tipo corporal, se você tem mais cortisol e mais insulina, terá mais gordura abdominal.

 

Além disso, não é nada anormal começar a comer mais quando se está estressado, já que o cérebro libera endorfina que nos faz nos sentirmos melhores. Logo, se tudo já estava ruim, fica pior ainda quando você começa a comer mais por causa disso.

viciadas em comidads e chocolate

 

Bem, o grande Dr. Charles Livingston compreendeu os efeitos que o estresse pode provocar em nosso corpo e utilizou seus anos de dedicação em sua carreira profissional para ajudar as pessoas a resolver esse problema.

Ao contrário de muitas promessas de produtos e dietas sem fundamento, o Dr. Charles sabe que existem uma série de fatores necessários para conseguir perder peso e mantê-lo, tais como:

• Metabolismo
• Consumo Alimentar (Quantidade e Qualidade)
• Momento em que o alimento é consumido
• Atividade Física
• Preparação de Alimentos
• Toxinas no Corpo

 

Levando em conta todos esses fatores (e muitos outros), Dr. Charles começou a projetar, testar e aperfeiçoar um dos sistemas mais abrangentes e eficazes de queima de gordura que existe hoje em dia: o Fator da Perda Peso.

A contrário do que se vê por aí, o Fator da Perda de Peso fornece a você instruções de todo o universo que envolve a queima de gordura (incluindo como fazer com que ela se mantenha). Dessa forma, seu programa abrange:

• Planos de refeições para diferentes objetivos
• Listas de compras dos produtos que você precisa para sua rotina de alimentação
• Exemplos de exercícios para quem não tem o hábito de praticar exercícios no corre-corre da vida diária.
• Um ótimo programa de dietas detox
• Lista de alimentos queimadores de gordura
• Técnicas de redução de estresse para, consequentemente, diminuir a produção de cortisol
• Muita informação para mudar sua saúde e sua rotina de vida, ou seu dinheiro de volta
• E muito mais…

 

Além disso, como informação adicional e que você encontrará no programa, o yoga pode ser muito eficaz para diminuir o estresse. O yoga é um tipo de exercício muito bem aceito e que se originou na Índia. Nesses exercícios, o corpo irá “estacionar” em uma variedade de posições não convencionais. Vale a pena pensar nisso se você já está nesse processo de eliminar o estresse de vez.

 

O Fator de Perda de Peso foi projetado, testado e comprovado por um médico dedicado a ajudar as pessoas a perder o peso indesejado com segurança e de forma permanente. Você não precisa se preocupar em comprar equipamentos sofisticados, suplementos caríssimos, shakes para dietas especiais e etc. Tudo o que você precisará fazer é seguir os princípios do programa Fator da Perda de Peso. Com ele você estará no caminho para se tornar mais magro e saudável.

Então, se você está pronto para fazer desse ano o ano em que você finalmente irá olhar para você mesmo e se sentir como sempre quis, basta seguir o link abaixo para conhecer o Fator da Perda de Peso.

 

CLIQUE AQUI PARA CONHECER O FATOR DA PERDA DE PESO

Dê Sua Nota !
[Total: 3 Média: 5]

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Recomendamos Para Você:

Posts Relacionados
Deixe uma Resposta